sábado, 8 de maio de 2010

CRATO - Notícias para o Dia 30 de Dezembro de 2009



Prefeito em exercício decreta Ponto Facultativo, amanhã dia 31 de Dezembro


O Prefeito do Crato em exercício, Helder França, Guer, decreta Ponto Facultativo amanhã, dia 31 de dezembro, por conta do feriado nacional do Dia 1 de janeiro 2010. Segundo a determinação do decreto, neste feriado, não se aplica aos funcionários que realizam serviços essenciais nas áreas médico-hospitalar, Secretaria de Saúde, trânsito, DEMUTRAN e abastecimento de água SAAEC. Próxima segunda-feira, dia 4 de janeiro de 2010, todos os serviços voltam a funcionar normalmente.

Restaurante Popular do Crato volta a funcionar normalmente próxima segunda-feira

Em virtude dos feriados nacionais e das comemorações de fim de ano o Restaurante Popular do Crato entrou em recesso, no ultimo dia 24, voltando com suas funções, na primeira segunda-feira de 2010, dia 4. É importante salientar que o Restaurante Popular do Crato, bem como todo o seu quadro funcional continuará trabalhando sempre atento a excelência no atendimento e o cuidado na realização das refeições diárias para a comunidade.

Atividades da Secretaria de Ação Social recomeçam próximo dia 4

A Secretaria de Ação Social do Crato e os serviços dos Centros de Referencia em Assistência Social, CRAS, bem como os projetos ProJovem, Unidade Produtiva, entre outros retornarão suas atividades, no próximo dia 4 de janeiro de 2010. Segundo a coordenadora Elza de Oliveira, do ProJovem os serviços sociais que a Ação Social do Crato disponibiliza estarão cada vez mais próximos da população oferecendo qualidade de vida aos cratenses. A secretária de Ação Social Liduina Alves de Andrade se propõe a trazer ainda mais melhorias para o município, promovendo mais ações de proteção educação, inclusão e bem estar a comunidade como um todo.

Curso de capacitação sobre a dengue termina hoje

A Secretaria de Saúde do Crato termina, nesta quarta-feira, a capacitação sobre dengue da segunda turma de agentes de endemias. Este grupo vem passando pela capacitação desde o último dia 28. Também foram capacitados integrantes do Programa de Saúde da Família (PSF). O curso tem o objetivo de atualizar os profissionais e manter o controle da dengue no município.

Meio ambiente do Crato obtém avanços

A Secretaria de Meio Ambiente e Controle Urbano do Município do Crato, durante este ano, deu início a importantes trabalhos, visando à melhoria da paisagem urbana do município, além de intensificar a sua atuação na área de educação ambiental e divulgação, com a Sala Verde, recentemente inaugurada no Centro Administrativo, uma parceria do Governo do Estado com Município. A Sala Verde recebeu toda uma estruturação com material didático, acervo paleontológico, acesso à internet e outros meios para estudo do meio ambiente e conhecer um pouco da diversidade da Chapada do Araripe. A retirada de placas comerciais que descaracterizavam a cidade, mediante acordo com comerciantes, foi um dos passos importantes para dar segmento ao projeto de diminuição da poluição visual no centro. Tendo em vista importantes projetos desenvolvidos na área de meio ambiente, o Crato, pela terceira vez, é agraciado com o Município Selo Verde. Uma conquista que demonstra um trabalho continuado na área ambiental, com resultados positivos.

Fonte: Assessoria de Imprensa
Governo Municipal do Crato
Fone/Fax - (88) 3521.9960
Mais informações:

http://www.crato.ce.gov.br
http://www.prefeituramunicipaldocrato.blogspot.com

Um comentário:

  1. DENÚNCIA: SÍTIO CALDEIRÃO, O ARAGUAIA DO CEARÁ – UMA HISTÓRIA QUE NINGUÉM CONHECE PORQUE JAMAIS FOI CONTADA



    "As Vítimas do Massacre do Sítio Caldeirão
    têm direito inalienável à Verdade, Memória,
    História e Justiça!" Otoniel Ajala Dourado



    O MASSACRE DELETADO DOS LIVROS DE HISTÓRIA


    No município de CRATO, interior do CEARÁ, BRASIL, houve um crime idêntico ao do “Araguaia”, foi a CHACINA praticada pelo Exército e Polícia Militar em 10.05.1937, contra a comunidade de camponeses católicos do SÍTIO DA SANTA CRUZ DO DESERTO ou SÍTIO CALDEIRÃO, cujo líder religioso era o beato "JOSÉ LOURENÇO GOMES DA SILVA", paraibano negro de Pilões de Dentro, seguidor do padre CÍCERO ROMÃO BATISTA, encarados como “socialistas periculosos”.



    O CRIME DE LESA HUMANIDADE


    O crime iniciou-se com um bombardeio aéreo, e depois, no solo, os militares usando armas diversas, como metralhadoras, fuzis, revólveres, pistolas, facas e facões, assassinaram na “MATA CAVALOS”, SERRA DO CRUZEIRO, mulheres, crianças, adolescentes, idosos, doentes e todo o ser vivo que estivesse ao alcance de suas armas, agindo como juízes e algozes. Meses após, JOSÉ GERALDO DA CRUZ, ex-prefeito de Juazeiro do Norte/CE, encontrou num local da Chapada do Araripe, 16 crânios de crianças.


    A AÇÃO CIVIL PÚBLICA PROPOSTA PELA SOS DIREITOS HUMANOS


    Como o crime praticado pelo Exército e Polícia Militar do Ceará é de LESA HUMANIDADE / GENOCÍDIO é IMPRESCRITÍVEL conforme legislação brasileira e Acordos e Convenções internacionais, a SOS DIREITOS HUMANOS, ONG com sede em Fortaleza - CE, ajuizou em 2008 uma Ação Civil Pública na Justiça Federal contra a União Federal e o Estado do Ceará, requerendo: a) que seja informada a localização da COVA COLETIVA, b) a exumação dos restos mortais, sua identificação através de DNA e enterro digno para as vítimas, c) liberação dos documentos sobre a chacina e sua inclusão na história oficial brasileira, d) indenização aos descendentes das vítimas e sobreviventes no valor de R$500 mil reais, e) outros pedidos



    A EXTINÇÃO SEM JULGAMENTO DE MÉRITO DA AÇÃO


    A Ação Civil Pública foi distribuída para o Juiz substituto da 1ª Vara Federal em Fortaleza/CE e depois, para a 16ª Vara Federal em Juazeiro do Norte/CE, e lá em 16.09.2009, extinta sem julgamento do mérito, a pedido do MPF.



    RAZÕES DO RECURSO DA SOS DIREITOS HUMANOS PERANTE O TRF5


    A SOS DIREITOS HUMANOS apelou para o Tribunal Regional da 5ª Região em Recife/PE, argumentando que: a) não há prescrição porque o massacre do SÍTIO CALDEIRÃO é um crime de LESA HUMANIDADE, b) os restos mortais das vítimas do SÍTIO CALDEIRÃO não desapareceram da Chapada do Araripe a exemplo da família do CZAR ROMANOV, que foi morta no ano de 1918 e a ossada encontrada nos anos de 1991 e 2007;



    A SOS DIREITOS HUMANOS DENUNCIA O BRASIL PERANTE A OEA


    A SOS DIREITOS HUMANOS, como os familiares das vítimas da GUERRILHA DO ARAGUAIA, denunciou no ano de 2009, o governo brasileiro na Organização dos Estados Americanos – OEA, pelo DESAPARECIMENTO FORÇADO de 1000 pessoas do SÍTIO CALDEIRÃO.


    QUEM PODE ENCONTRAR A COVA COLETIVA


    A “URCA” e a “UFC” com seu RADAR DE PENETRAÇÃO NO SOLO (GPR) podem localizar a cova coletiva, e por que não a procuram? Serão os fósseis de peixes do "GEOPARK ARARIPE" mais importantes que os restos mortais das vítimas do SÍTIO CALDEIRÃO?



    A COMISSÃO DA VERDADE


    A SOS DIREITOS HUMANOS busca apoio técnico para encontrar a COVA COLETIVA, e pede que o internauta divulgue a notícia em seu blog/site, bem como a envie para seus representantes no Legislativo, solicitando um pronunciamento exigindo do Governo Federal a localização da COVA COLETIVA das vítimas do SÍTIO CALDEIRÃO.


    Paz e Solidariedade,



    Dr. Otoniel Ajala Dourado
    OAB/CE 9288 – 55 85 8613.1197
    Presidente da SOS - DIREITOS HUMANOS
    Editor-Chefe da Revista SOS DIREITOS HUMANOS
    Membro da CDAA da OAB/CE
    www.sosdireitoshumanos.org.br
    sosdireitoshumanos@ig.com.br
    http://twitter.com/REVISTASOSDH

    ResponderExcluir